Inveja e Mau olhado: o que fazer e como afastar

Você sofre com inveja?

Recebi essa semana um e-mail pelo nosso time de Suporte do instituto, de um aprendiz do curso de Numerologia pedindo por socorro.

Ele descobriu que no seu local de trabalho um “colega” lá dentro, de outro departamento, fazia a sua caveira no escritório…

Que falava podridões a seu respeito, sem que soubesse! Sem que tivesse a chance de se defender, e assim inventava muita coisa.

“Não consigo me livrar desse sentimento. Parece tóxico!”, ele escreveu.

“Não consigo aceitar! A raiva é tanta que o sangue ferve, dá vontade de quebrar a cara dele toda vez que olho para aprender a lição!

(Precisei reescrever sua frase para ocultar palavrões utilizados, mas vocês entenderam, certo?)

Este foi um resumo da história, e no final ele me escreveu: “Mestre Artam, socorro, nunca senti tanto ÓDIO na minha vida, o que fazer com a inveja?”

Isso porque nosso Suporte recebe constantemente muitas mensagens que não são dúvidas de nosso curso de numerologia, ou de qualquer outro, na verdade…

Ou seja, eu e outros Mestres percebemos que, escrevendo um pouco sobre autoajuda, poderíamos ajudar além de nosso material de estudos.

Então, decidi fazer esse artigo para quem sofre com algo parecido, seja inveja, mal olhado e até fofoca, como este aprendiz…

Por que o outro fala de você?

Inveja por falar mal de você?

Talvez o mais difícil, antes de tudo, seja entender o motivo do outro difamar sua imagem.

Afinal, por que fala tão mal de você? Será que tudo é inveja?

Há os que se ousam olhar e reconhecer que, não por baixa autoestima…

Mas na busca de uma explicação lógica, que não há como despertarem inveja no outro.

Logo, onde estaria a lógica no que estamos sentido?

Posso te dizer que muitas vezes a inveja não é como acostumamos: o que pode estar acontecendo é o incômodo da parte do outro.

3 em cada 10 casos em que há difamação da imagem de alguém, o motivo é de fato inveja.

Porém, na maioria das vezes, o outro simplesmente não gosta de você.

Ou seja, fala sem perceber, sem a menor noção de como te faz mal, ou de se importar com isso.

Muitas vezes, está até acostumado a falar qualquer coisa abertamente… E se esquece de que temos sentimentos.

Isso porque tem mágoa ou rancor de algo que você fez, muitas vezes sem perceber…

E aqui, “o que vale é a intenção” sequer passa pela mente da pessoa…

Ou porque não concorda com seu estilo de vida…

Mesmo que “as pessoas sejam diferentes e é preciso respeitar a todos”, isso não entra em sua cabeça…

Ou não foi com a sua cara, e por algum motivo, te considera errado, seja na ética ou nas ideias.

Ou seja, o outro não está sendo empático com você. Não está sabendo se colocar no seu lugar para entendê-lo.

Mas nós, meros humanos mortais, ainda não desenvolvemos a capacidade de entrar na mente do outro, não é mesmo?

Por isso, o empático precisa ser você, e essa é a primeira etapa para superar o que está acontecendo na sua vida nesse momento.

Quem precisa entender é você!

Como entender quem o difama?

Entenda que, para ele(a), está certo o que faz.

Você não precisa concordar ou se conformar: primeiro, apenas se coloque no lugar dele(a) que despertou sua ira.

Do seu ponto de vista, ou não está lhe causando mal algum, ou o que faz é uma brincadeira (mesmo que de mau gosto) a qual você não precisa saber.

Mesmo que o outro esteja sendo apenas maldoso, divertindo-se com o que diz…

Logo, de forma imparcial, se coloque em sua perspectiva. Ele(a) acredita no que diz e não vê problemas em se expor.

Mas isso não significa que outros acreditem nele. E isso é uma oportunidade para você.

Fica mal para ele(a), e não para você.

O “mau caráter” do escritório, da casa, onde quer que esteja, está expondo suas reais faces e capacidades, e não você.

Afinal, como confiar em alguém que sequer diz o que pensa cara-a-cara?

Esse questionamento passa pela cabeça de todos, mesmo que de forma inconsciente.

Logo, a não reação, o tratamento com respeito, mesmo que deixe claro que sabe do ponto de vista do outro…

Isso pode mostrar que sua índole não condiz com a difamação ou desclassificação ao próximo…

O que é uma atitude bem diferente daquele que fala de você. Então, já parou para pensar que não é a sua imagem a ser prejudicada?

Um favor a você

Quando alguém difama sua imagem ou fala a seu respeito, ele te ajuda (e muito!) de duas formas:

  • Te ensina muitas coisas, como: ser paciente, respeitar o outro apesar das diferenças…

Mas principalmente, em ter empoderamento pessoal.

Combater o mal falado fortalece você

Aquele momento, não muito depois de receber a chocante notícia do que ele diz…

Em que você simplesmente ergue a cabeça e se aceita. Assume-se. Independente do que ele(a) diz, mostra que isso não te abala.

E claro, não menos importante:

  • O outro identifica quem não serve para você… Por você!

Certamente não quer ao seu redor pessoas tóxicas. Livre-se delas, afaste as de mau caráter.

A diferença é que agora não precisa investigar quem são essas pessoas, ou ficar na dúvida.

Isso porque é melhor ter ao seu lado poucos amigos, porém fiéis a você, do que vários amigos de mente fraca.

Pois os que possuem mente fraca são os manipuláveis, incapazes de serem imparciais ou exercitarem a empatia.

Logo, é um favor que se identifique essas pessoas por você, e tire elas do seu caminho por você…

Dessa forma, terá ao seu lado quem vibra pela sua vitória, enquanto afasta a maldade. Isso é bom!

Porque isso te incomoda

Quando o outro critica você, seja na sua frente ou na frente de outros, ele(a) está apontando os seus defeitos.

Ninguém gosta de expor os próprios defeitos.

Aquelas partes dentro de você que, às vezes até de forma inconsciente, você não consegue gostar e aceitar.

Pode negar, disfarçar, mas para quem busca defeitos, cava até o fim até que os expõe.

Então boa parte de sua dor não está na sensação de traição, ou mesmo na raiva: está na vergonha de você mesmo.

Acontece que essa exposição é um dos maiores favores que o outro pode fazer para você, porque você vai se empoderar.

Não entendeu? Já vou explicar…

O que fazer

Inveja e mal olhado: como dar a volta por cima

Não é o que o outro diz. É o que você faz a respeito.

Portanto, entenda que essa não é a primeira pessoa que tem problemas com você, e nem será a última, porque a vida é assim…

E que Karmas são criados, outros são destruídos, e pedras no seu caminho aparecem para que suporte o peso do seu Destino…

Isso é como um exercício: fortalecem você!

Isso, inclusive, para quem tem destino e missão de vida próspera. Afinal, tudo que brilha demais, chama atenção!

E o ser humano, falho como é, fala a respeito…

Isso não quer dizer que você vai tampar o seu brilho por causa da opinião do outro, certo?

Ele(a) não vai prejudicar sua vida ou fazer diferença se você não permitir.

Ou seja, você tem a opção de abaixar a cabeça, chorar e sofrer, ou erguer a cabeça, e seguir em frente, mostrando-se inabalável. Indestrutível. Confiante.

“Mas eu não me sinto confiante por dentro!”

Nesse momento! Mas precisa se mostrar confiante.

A visão dos outros sobre você (sobre você, eu disse! Não sobre o que o outro diz ou acha!) é o que vai importar no começo.

Você passará a ser visto e reconhecido como uma pessoa forte, e não rancorosa.

Com o tempo, você vai notar que antes a fantasia, se tornou realidade: você é forte. Você superou.

Porque todas as dificuldades na vida (e existem várias, dos mais diferentes níveis…) vêm por algo maior

E esse algo maior é chamado de: o seu crescimento.

Então é isso que você vai fazer: superar.

Mesmo que sofra. Mesmo que finja estar bem no começo. Nesse caso, pense na linha de chegada.

No final das contas, o outro vai ajudar você a SE superar. E não a te derrubar.

Dicas

No fim do vídeo, vou deixar um link de sugestão de banho que ensinei para afastar a inveja.

É possível superar o que falam de você!

É um vídeo do Youtube, e acompanhar nosso Canal é uma ótima ideia para quem busca ajuda esotérica.

Agora, quero que entenda que o que houve já aconteceu antes…

Mais de uma vez na sua vida, mesmo que não soubesse… E vai acontecer de novo.

É normal, faz parte de nossa caminhada espiritual para evoluirmos como pessoas e almas.

muitas pessoas no mundo, e por vezes não nos batemos muito bem.

Já parou para pensar que o que está acontecendo com você é um retorno kármico? Porque das duas, uma:

Ou a outra pessoa está criando um karma com você, e a Lei do Retorno fará pagá-la por isso…

Ou você é quem está pagando, por algo cometido.

Independente disso, você precisa evoluir, entendendo que existem coisas piores no mundo…

Quem perdeu sua casa em uma enchente, por exemplo, possui um desafio maior do que o término de um relacionamento.

Porém, quem foi diagnosticado com doença terminal, pode estar em uma situação pior do que quem está desabrigado.

E isso é perspectiva, pois cada um é cada um: alguém pode ser capaz de superar um diagnóstico grave e viver em harmonia…

Enquanto não é capaz de superar a traição do amor, por exemplo! As pessoas são diversificadas a esse nível.

Por isso, a vida não é uma competição de desastres: cada um vem para a Terra atravessar seu próprio caminho…

Caminho no qual pode estar pagando pelo que fez anteriormente, ou está sendo recompensado por coisas positivas.

“Mas o outro ainda fala mal de mim!”

Bom, se outro não evoluir, veja só o que ele está enviando para o universo…

O que ele vai receber com a Lei do Retorno? Sofrimento, traição, difamação.

O que ele vai receber com a Lei da Atração com o que diz? Mentiras, falsidade, ofensas.

Enquanto você perdoará, e colocará a Lei do Retorno e a Lei da Atração a seu favor.

Pronuncie o perdão, porque ele não é para o outro: é para você.

Vá até ele, diga o que sabe, e pronuncie o perdão.

Você precisa perdoar o outro por você, para te fazer bem, e não envenenar a alma de alguém…

Porque tudo que vai, volta. O que você der para o universo, recebe de volta.

Perdoe!

Você vai ficar bem. E melhor.

[Solicite aqui sua numerologia pessoal completa]

[Acesse aqui o vídeo de Youtube mencionado]

[Clique aqui para acessar nosso blog]

[Clique aqui para acessar artigos de Numerologia]

Comentários do Facebook